domingo, 15 de julho de 2012

Perderam-se os moldes


Há muito que o não via.
Ontem, já a tarde se metera na tarde, encontrou-o.
Ouviu-lhe não se sabe o quê. Pareceu-lhe uma voz que dançava, assustada. Fosse outro o tempo, a era do musseque das pirucas de Sábado, e aquela pareceria uma fala à toa, ou mesmo uma chaladice de adormecer.
Prestou atenção nele.
A voz ainda dançava assustada:
“Perderam-se os moldes. Os humanos desapareceram. Agora há só uma sub-espécie, espécie de pedras com olhos, onde não mora o carácter. São pedras com feitio de curva de ferro-de-engomar, que nos queimam. Queimam tudo, até as estrelas já vestem de escuro. Vou. Vou, pelo suor que me escorre no corpo, à procura dos moldes perdidos. Enquanto lá não chego, e hei-de chegar, fico por aqui em convívio com os roseicollis.”
Roseicollis!?
O que serão?
 E hoje? Bem, hoje é Domingo!

13 comentários:

folha seca disse...

Caro Carlos Albuquerque.
Há textos em forma de post, tão lindos que ao meter o bedelho, acho que só estragava. Acho que "percebi" quase tudo... menos a das "Roseicollis!?" Fiquei mesmo atrapalhado, espero por "esclarecimentos???"
Um abraço
Rodrigo

Rosa Carioca disse...

Amo essa música!

São disse...

Que este dia de domimngo, traga a esperança de voltarmos a encontrar pessoas onde agora estão calhaus.


Um abraço, Carlos.

Maria João disse...

Talvez só eles, os Roseicollis,saibam o segredo do desaparecimento dos moldes. Eles percebem de olhares, gestos e silêncios, sabem de generosidade, fidelidade e gratidão e chegam como ninguém ao coração de um homem. Talvez só eles saibam...

Um abraço, Carlos

Filoxera disse...

Pedras com olhos :-)
E com pressa.
E com maus modos.
E com uma vontade infinita de ter.
É, receio que a humanidade se desvaneça...
Um abraço amigo.

Marilu disse...

Querido amigo,
Hoje é dia de dizer que te quero bem,
que penso em ti sempre
e que tua amizade é muito importante para mim.
Quero dizer também que teu carinho
e tua alegria tornam minha vida mais bonita,
e que te conhecer me fez crescer muito.
Feliz dia do amigo.
Beijocas

Giancarlo disse...

un saluto caloroso...ciao

Fê-blue bird disse...

Meu amigo, espero que esteja bem.
Voltei de férias e vim "visitá-lo".

beijinhos

Maria João disse...


Carlos,

Espero... desejo mesmo muito que tudo esteja bem consigo!
Acredite que não o esqueço. Pode lá alguma vez esquecer-se um amigo.

Um beijinho

Helena disse...

Como lhe disse há tempos, costumo passar por aqui. Leio sempre com prazer os seus textos.
Hoje ganhei uma nova companhia, que palavras novas o são. E esta é bonita: "roseicollis"! Soa a nome erudito de planta florida. Mas nem tudo o que parece é, de facto!
Abraço

Rosa Carioca disse...

Saudades dos seus textos :(

Sandra disse...

VOU TE ESPERAR AMANHÃ NESTE CANTINHO BEM ESPECIAL http://sandrarandrade7.blogspot.com.br/
TEM SURPRESA BEM ESPECIAL PARA OS AMIGOS ESPECEIAIS. VENHA VOU TE ESPERAR, NA CURIOSA TANBÉM TEM O LINK PARA A GRANDE SURPRESA, NÃO DEIXE DE VIR. VOCÊ É O MEU(MINHA) CONVIDADO(A) ESPECIAL.
CARINHOSAMENTE.
SANDRA
AMIGOS COMPARTILHAM. PRINCIPALMENTE NESTA DATA BEM ESPECIAL DA MINHA VIDA.
CELEBRE A VIDA.

TERESA SANTOS disse...

Querido Mwata,

Pensas que te esqueci? Cada vez tenho mais a certeza que não será fácil esquecer-te. É que pertences ao diminuto grupo daqueles que passam pela blogosfera e deixam marca.

Estarás bem de saúde? Estará tudo bem contigo? E passo aqui, um dia e outro, à espera que digas qualquer coisa, e nada.

Se puderes, se te apetecer, diz, pelo menos, se estás bem.

Abraço grande, meu Mwata.