sexta-feira, 16 de Novembro de 2012

José Saramago





Faria hoje 90 anos.
Que falta faz a continuidade da sua escrita!



“…Por que foi que cegámos, Não sei, talvez um dia se chegue a conhecer a razão, Queres que te diga o que penso, Diz, Penso que não cegámos, penso que estamos cegos, Cegos que vêem, Cegos que, vendo, não vêem…”
“O medo cega, disse a rapariga dos óculos escuros, São palavras certas, já éramos cegos no momento em que cegámos, o medo nos cegou, o medo nos fará continuar cegos…”
 (In, Ensaio Sobre a Cegueira)

“Escrevo para desassossegar os meus leitores”
(José Saramago)


11 comentários:

Luís Coelho disse...

Tão reais e verdadeiras estas palavras.

A pior situação é a de um cego a guiar outros cegos...

quem és, que fazes aqui? disse...


Um dos melhores livros de Saramago (sou suspeita) que, clarividente, nos desassossega(rá) sempre enquanto houver medo.

Bom fim de semana e um beijinho.

Laura

São disse...

Um excelente escritor, uma pessoa admirável, alguém que (nos) faz muita falta!

Um abraço , meu amigo.

Rogério Pereira disse...

Que falta faz a continuidade da sua escrita, do seu intervir e estar, da sua militância por causas, do seu ar sério e do seu sorriso... falta imensa, tanto mais, que se olha o horizonte e não se vê mais que intervenções avulsas de outros intelectuais... grande é, pois, este vazio!

Valha-nos o seu intemporal pensamento e o que nós próprios, sobre ele, vamos escrevendo...

Fê-blue bird disse...

Li avidamente o livro e também gostei do filme.
Tanta falta que nos faz a sua lucidez.

beijinhos amigo Carlos.

Rosa Carioca disse...

Não é o meu escritor preferido. Ou talvez, ainda não seja.
Preciso "mergulhar" mais e com outros "olhos"...

AC disse...

Saramago deixa uma marca que é herança. Para continuar.

Abraço

Alexandra disse...

Vi o filme e é um grande "abre olhos" para os "cegos" do século XXI!

Brown Eyes disse...

E desassossegava. Beijinhos

Fê-blue bird disse...

Passei só para lhe dar um beijinho.
Sinto a sua falta meu amigo.
Espero e desejo que esteja bem.

Teresa Santos disse...

Meu Mwata,

Obrigada pela visita ao "cronicas".

De saída, não podia "abandonar o barco", sem antes te dar uma palavrinha, sem te desejar um Santo Natal, um 2013 o melhor possível.

Que tudo corra bem, muito particularmente no que respeita às questões de saúde.

Obrigada, meu Mwata. Obrigada pelo que me ensinaste (lembras-te do caderninho?), pelos belos momentos que passei na tua "cubata".

Abraço grande, Amigo.