terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Vestida de gente

Chega vestida de parca, guarda-chuva e luvas, a minha manhã.
Deixou o Sol envergonhado recolhido atrás das nuvens, como chamazita tremelicando com o frio da noite passada. Vem por entre o chapinhar da chuva. Não de água, forte, mas de gotejar fino que, pacientemente, e batido pelo vento, tudo molha, não só os tolos.
Sol envergonhado ficou dito.
Pois está. Com que timidez o vejo a querer sair das nuvens! Agora, finalmente afoito, desvia-se dos pingos que caiem, põe um calor acariciante na minha janela, que a Lúcia Lima, os caluquetas, o bambu e o Ficus muito agradecem.
Até me viram as costas, pondo as folhas a olhar lá para fora, de tão inebriados estão!
Acreditasse eu, e diria que se meteram à conversa com o Sol e a chuva. Estarão, provavelmente, eu é que os não entendo! Hoje, porque ainda ontem, bem me lembro, respondi às perguntas que me fizeram. Sim a água tem as vitaminas, as folhas amarelas já as tirei, e os galhitos secos também. Nem as deles nem as minhas foram palavras inúteis. Percebi que lhes matei os desassossegos.
Os habitantes da minha janela têm traços humanos, provocam estranhas sensações. Talvez por isso tenham decidido fazer, hoje, o que fizeram!
Arrependidos? Afigura-se-me que sim, pelo menos os caluquetas, os mais faladores deles todos, estão para ali aos gritos.
- Anda cá, vê!
Escapado das nuvens um raio de Sol leva-me o olhar até lá abaixo. Cruzam-se, vindos de pontos diferentes, dão vida às ruas, procuram o quente das pastelarias ou do “take away”, uns apressados, outros não, parecendo quererem levar a chuva pela mão. De pata alçada um canito rega o pneu do carro do vizinho, não tarda chegará a vez do meu!
Afinal, a minha manhã veio vestida de gente!

31 comentários:

Dulce disse...

Que manhã mais linda, Carlos...
Até (e principalmente) a chuva vira poesia aos olhos de um sonhador, não é? Muito lindo!
beijos

heli disse...

Carlos.
Que deliciosa maneira de vestir sua manhã.Para muitos ela poderia ser sombria e sem vida, mas você a vestiu de gente.Seu texto ficou maravilhoso.
beijos,
heli

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Olá, amigo!
Nada como ter a manhã de gente
Lindíssima manhã a sua!
Obrigada, Carlos
Beijos e Muita Saúde
Bom Dia
Renata

Elaine Barnes disse...

Nada como um excelente poeta para nos presentear com uma manhã tão linda do cotidiano. Gostei demais da sua chuva. rs...bjão amigo

José disse...

Olá amigo Carlos,

O texto está muito bonito como sempre, mas essa chuvinha não tem sido nada boa para mim, há dois dias que estou em casa fechado,com uma camada de gripe, espero que esseh1 n1, estou tomando uns chazinhos quentes com mel caseiro e amanhã já estará tudo, o gripe é o que menos me preocupa.
vou terminar aqui se não começam a dizer que eu sou um queixinhas

um grande abraço, José

Carlos Albuquerque disse...

Dulce
Sonhador!?
É de nascença :)
Beijos

Elaine Barnes
Ainda bem que gostou da minha chuva, senão ficava toda molhada! :))
Tome aí um guarda chuva.
Bjão, amiga

Carlos Albuquerque disse...

Heli
Grato. Seu comentário é um carinho.
beijos

Renata
Obrigado, amiga.
Muita saúde, também para você.
beijos

Carlos Albuquerque disse...

José
Força no chá e no mel (caseiro? Grande sortudo!). As melhoras.
Grande abraço, amigo

FERNANDA & POEMAS disse...

OLÁ QUERIDO AMIGO CARLOS, LINDO POEMA... NESTE MOMENTO AQUI ESTÁ UM SOL LINDO... UMA SEMANA FELIZ... ABRAÇOS DE AMIZADE,
FERNANDINHA

Vivian disse...

...lendo você minha mente
retornou a um tempo distante,
doce tempo em que em dia de
chuva, mamãe nos deixava ficar
na janela, e a contar os pingos
que escorriam da vidraça.


que saudades, my God!

obrigada por me fazer recordar
tempos felizes.

bjssss, querido!

Manuela Freitas disse...

Olá Carlos,
Realmente depois de ler o que escreveu, até olhei para a chuva com outros olhos e tudo ficou mais bonito. Importante é ver sempre o belo em todas as coisas.
Gostei da visita, afinal os dois temos uma Marta!...Obviamente meu querido que os meus filhos são os meus tesouros!...
Beijinhos de chuva,
Manuela

Antonio saramago disse...

Afinal eu tenho razão quando digo que a CHUVA é uma inurmissima fonte de inspiração!

Carlos Albuquerque disse...

Fernanda&Poemas
Esse Sol lindo é de aproveitar!
Boa semana
Abraço

Manuela Freitas
Há sempre que pôr um pouco de cor na vida. As nossas Martas são tesouros...
Beijinhos

continuando assim... disse...

há manhãs assim :)
a tanto que não me amanheço :)

bj
teresa

Agulheta disse...

Carlos.
Para ter uma boa manhã e com outro sabor,se pode vestir a mesma de poesia,como nos diz o belo texto,e onde chuva e seus salpicos se vestem da mesma maneira poética e sonhadora.
Beijinho de amizade.
Lisa

Malu disse...

Carlos, meu lindo, amigo
Que todas as tuas manhãs sejam humanas, trazendo-te gestos de afeto, de crença, de paz.
Só de passear por este teu tempo matinal senti-me feliz.
Quanto a chuva, eu a adoro e não perco nenhuma... sempre as tomo.
Beijinhos para ti

Carlos Albuquerque disse...

António Saramago
Tem toda a razão
abraço

continuando assim
Então! Vamos lá começar a amanhecer!
bj

Agulheta
Manhãs, tardes e noites! Temos que a vestir.
Beijinho

(Carlos Soares) disse...

Um linda manhã.Um belo jeito de começar o dia,né.Um abraço

Carlos Albuquerque disse...

Carlos Soares
Sempre um belo jeito de começar o dia.
abraço

Malu

Tomar a chuva é óptimo...
Beijinhos

Maria João disse...

Carlos

Todas as manhãs, chuvosas ou soalheiras se vestem de gente se despertarmos nelas.. Em todas as manhãs encontraremos rostos à espera de um sorriso soprado leve por entre duas rajadas de vento.. Que bom que é vestir as manhãs, as tardes e as noites com palavras suas!

Um beijinho

Sofá Amarelo disse...

Por momentos, julguei estar a ler um grande escritor português, daqueles que conseguem descrever por palavras as imagens que povoam os sentidos... Eça, Camilo Castelo Branco, Agustina... ah, mas afinal eu estive a ler um grande escritor, quem consegue descrever assim uma manhã só pode ser um grande escritor...

Um forte abraço! Bom resto de semana!!!

Teresa disse...

Bom mesmo é ter os olhos despertos para toda essa vida que mexe à nossa volta!
Bjs

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Eu gsoto mais de vestir as minhas manhãs de um azul límpido, mas não deixei de me enebriar com ests descrição.
Abraço

elvira carvalho disse...

Fico sempre encantada com estes seus textos, pétalas de poesia dispersas, pelo solo arado da sua prosa.
Um abraço

Filoxera disse...

E vestida de boa prosa, também.
:-)

MEUS PENSAMENTOS disse...

vc ja faz parte da minha estoria vem comemorar comigo!

Carlos Albuquerque disse...

Maria João
Sempre gentil! Obrigado.
Um beijinho

Sofá Amarelo

Escrevinho, apenas, sem estrangular as palavras que se soltam cá de dentro.
Forte abraço

Malu disse...

Carlos, meu querido, é tomar de tomar banho não de beber, se bem que já bebi também :-)))
Beijinhos

Hoje está chovendo muito aqui,mas não vou tomar banho de chuva porque faz um pouquinho de frio

Carlos Albuquerque disse...

Teresa
Olhos despertos, sempre!
bjs

Carlos Barbosa de Oliveira
Também eu gosto das manhãs de azul límpido, mas nem sempre chegam assim...
abraço

Carlos Albuquerque disse...

elvira carvalho
Obrigado, minha amiga, pela visita.
Um abraço

Filoxera
Ficou bem vestida, é?
:)

Meus Pensamentos.
Claro que vou comemorar!
bjs

Mariana disse...

Que gratificante vir aqui e ler-te.
Faça os teus pedidos para o Papai Noel lá no meu blog.
Ele existe, sim!
bom fim de semana
bjs