domingo, 24 de janeiro de 2010

Pergunto


Ao acordar neste Domingo, de Sol envergonhado, tinha uma chave na mão!
Andei pela casa, de porta em porta, de gaveta em gaveta, nenhuma lingueta de fechadura correu. De onde terá vindo tal instrumento? De onde o terei trazido? Esta e outras perguntas fiz. A curiosidade continua por matar. Desisto de me perguntar. Passo a questão aos visitantes que aqui chegarem:

O que estavas a fazer, quando acordaste?

(Não vale dizer que estavas a dormir...! As respostas deixadas serão colocadas em post)

Bom Domingo

26 comentários:

Dani disse...

acho que eu estava dormindo!!

=)

rsrs

olá Carlos! mto bom dia pra vc.

beijinhos^^

e esta chave eu não sei de onde pode ser... talvez de algum cofre?
hum, se for... me conte o que tem dentro! qdo abrir é claro!! =)

até!!!

Si disse...

A fechar a arca dos sonhos e a abrir a porta do acordar.

brisonmattos disse...

estava a olhar nos olhos grandes e brilhantes da Suzynha, que veio me acordar lamendo a minha cara toda,pensando como é muito bom viver.

José disse...

Olá amigo Carlos,
Eu estava deitado, com os olhos fechados,e sonhando que me tinha que levantar,porque era quase meio-dia.

já agora o resto dum bom Domingo

um abraço,
José.

Clecilene Carvalho disse...

O que estavas a fazer, quando acordaste?

Acordei cedo, um pouco desanimada
Liguei a TV e fiquei desesperada
As noticias não são boas
A chuva varreu gente e inundou de sentimentos,
Entre eles o desespero, a fé, ilusão, medo...
O terremoto, ainda, é notícia
Triste por sinal; agrediu crianças,
Adultos, animais, as casas vieram abaixo.
O mês de janeiro que para muitos é recomeço,
Para alguns muitos é quase o final.
Mas a esperança sobrevive em meio a tanto desespero!
Então desliguei do pesadelo real,
E vim para o mundo virtual, mas que também é real.
Entrei nos blogs amigos, comecei a ler os posts,
Encontrei, de forma bem escrita, tantas palavras bonitas,
Li sobre a dor, o sofrer, a falta de amor,
O não compartilhar, a falta de importância dada ao outro e
Também sobre o amor que transforma.
De repente as 10:30 uma pergunta me chamou atenção:
O que estavas a fazer, quando acordaste?
Tentei responder e me perdi ao tentar dizer,
Que estava em meio a um lindo sonho...
Onde havia igualdade, respeito, amor,
Havia choro, mas era de alegria...
Entre os humanos, encontrava-se humanidade
Da qual não era preciso criar leis para exigi-la
Todos com ela nasciam.
Ao acordar pedir a Deus para que tudo não fosse apenas utopia.
Então, a meu ver, a chave é de uma grande fechadura, onde
Somam-se todos, inclusive eu e você, para juntos em um melhor viver.

Nossa delonguei demais... Se achar exagerado não precisa aprovar.

Austeriana disse...

Quando acordei, estava a viver no mundo real. Agora, "acordadinha da silva", entrei no mundo da ficção.

P.S. "Ganda noia" :))))

Vivian disse...

...a humanidade ainda caminha
dormindo.

logo...

bj, moço!

Fernanda disse...

Amigo Carlos,

Acho que a trouxeste da outra tua casa...aquela que habitas no outro Mundo onde todos vivemos durante a noite.
Sabes, eu sonho muito...e muitas vezes sonho com casas e pessoas que conheço como a palma da minha mão.
Umas vezes acordo feliz, outras aflita, será porque estou de volta??? será porque era mais feliz ou menos no outro Mundo de onde vim???!!!

Quem sabe??? Diz-me tu, amigo!!!

Beijinhos

Teresa disse...

Eu estava a sonhar que, finalmente, o sol ia afastar as nuvens que têm ensombrado e encharcado este inverno. E... não é que era verdade?
Talvez a tua chave fosse a do S. Pedro, que se decidiu a abrir o azul do céu!
Bjs

Tulipa disse...

Hoje, quando acordei, estava deitada no sofá à espera...

Maria disse...

Eu estava a dormir só com um olho. O outro estava a ver o Open da Austrália...
Esta coisa de haver torneios de ténis durante a noite troca-me.

Bom dia!!!

ney disse...

Só sei que essa sua chave é bem uma CHAVE MESTRA, pois até aqui já abriu 11 corações e almas, em lindos comentários. E com ela ficamos a pensar tantas coisas, refletir sobre a vida, o amor, a humanidade, acho que abriu nosso domingo com chave de ouro.
Na verdade abriu uma interessante comunicação entre nós, o perguntar e ouvir, interessar-se pelo outro. Isso nos enriquece, nos torna mais sensíveis e humanos. Parabéns por essa chave que nos valorizou a vida e o domingo. Abraço/ney.

Agulheta disse...

Amigo Carlos! Pergunta pertinente,olha estava a dormir,mas já naquela fase do acorda que se está a fazer tarde,depois ir buscar o pão fresquinho a padaria da esquina e trazer os jornais para a leitura de Domingo,e ver as noticias via TV e internet,e espantosa uma que li?(homem retirado dos escombros passados onze dias eonde comeu pequenas coisas,e bebeu (CocaCola) e ainda tinham que fazer jus a marca,até na mais tenebrosa castratrofe,se olha aos bolsos e à publicidade? como vai o mundo.
Beijinho e boa noite
Lisa

Rosa Carioca disse...

À espera de ouvir o "Bom Dia" de meu maridão (como é bom ter alguém ocupando permanentemente nosso coração e nossa vida).
Concordo com Ney; essa sua chave abriu muitos pensamentos. Bom domingo.

tulipa disse...

Partilho do mesmo sentir...

Sou apaixonada por fotografia:
FOTOGRAFAR É PARA MIM, TAL COMO A COMIDA, UMA NECESSIDADE.POR ISSO, VOU CAPTANDO IMAGENS DOS LOCAIS POR ONDE PASSO.UNS MAIS BELOS QUE OUTROS, MAS TODOS DIGNOS DE UM REGISTO.

Neste momento está patente ao público uma exposição minha, com fotografias de uma viagem à Índia.
Boa semana.

Graça Pereira disse...

Estava a pensar que, com o solito que fêz de manhã e a hora cedo em que abri os olhos, era o momento ideal para a minha caminhada...
A tua chave... tu não queres dizer,mas é do coração de alguém que ta entregou e que agora anda desesperada com um coração fechado dentro o peito...Só tu podes resolver o problema...
Achei divertido este teu post...
Um beijo
Graça

Malu disse...

Não me preocupo muito com chaves, aliás tenho muita dificuldade com elas. Deixo tudo aberto...
Mas esta chave talvez seja a chave dos SENTIMENTOS, que hoje vivem às mínguas, todos guardados a cofres e ninguém quer abrir para dividí-los, por conta de tantos medos e egoísmos, mas como tua chave é uma chave mágica, mestra, com certeza conseguirá descobrir e adentrar neste mundo de EMOÇÕES que os sentimentos reservam.
Boa sorte querido amigo...
Muito inquietante tua questão.
Beijinhos

Sininho disse...

acordei com o som dos passaros nas arvores do jardim e o sol entrava pela janela quarto adentro :)
(verdade, verdadinha!!!, e ter inveja é feeeeeio)

Wanderley Elian Lima disse...

Recolhendo copos que ficaram pelo chão na noite de ontem.
Forte abraço

maria teresa disse...

Eu tinha a marca de um beijo...procurei por todo o apartamento, na varanda e até debaixo da cama, mas não encontrei o autor de tal façanha. Será que me beijo a sonhar...?
Abracinho

Maria João disse...

A sonhar, Carlos, a sonhar....
Essa é a chave dos segredos, aqueles que escondemos nos sonhos e que ao acordar, deixamos de saber onde estão.
Não se esqueça de adormecer novamente com ela na mão. É bom sonhar!

Um beijinho grande

ematejoca disse...

Quando domingo de manhã acordei estava deitada na minha cama, ouvindo uma vózinha de criança a chamar pelo meu nome, pedindo-me para lhe ir fazer o pequeno almoço!

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Tentando abrir outras gavetas de meu coração,de meu ser.Um abraço e ótima semana,xará
/////////
Atenção: Você foi citado(a) no meu blog e tem direito de resposta

ematejoca disse...

Há um novo desafio no "ematejoca azul". Acho-o interessante, porque ficamos a saber até que ponto os nossos amigos virtuais nos conhecem!!!

Saudação de Düsselforf!

Amapola disse...

A utopia a deixou aqui,
pela ânsia e sede de justiça...
Queria ver um sorriso em cada rosto... Não queria ver ninguém triste


No fundo... no fundo...
Com aquela simples chave
Ela abriria o coração do homem
Então ele enxergaria o próximo
E ela consertaria o mundo

Filoxera disse...

A ter um pesadelo. Acordei assustada.