quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Nelson Mandela



Faz hoje 20 anos que Nelson Mandela foi libertado.




Após longo tempo de perseguição e segregação, e de 27 anos enclausurado numa cela, Nelson Mandela libertou-se das grades com o coração despido de rancores e a cabeça livre de ódios.
"Dediquei a minha vida ao pleito do povo africano. Lutei contra o domínio branco e lutei contra o domínio negro", disse Mandela.
Ao longo do tempo no cárcere, Mandela cultivou a leitura de poemas. Preferia um deles – “Invictus”, do britânico William Ernst Henley (nome dado ao filme recentemente realizado por Clint Eastwood, sobre Mandela): "Eu sou o dono e senhor de meu destino. Eu sou o comandante de minha alma".
Com a força da palavra e do exemplo destruiu o "Apartheid".
Nelson Mandela saiu da prisão para a eternidade.
O mundo ficou mais livre.
A Humanidade muito deve a este notável e invulgar homem que é Nelson Rolihlahla Mandela, exemplo de vida e de postura política e humanista, que deveria ser seguido por quem dirige os destinos dos povos.

16 comentários:

Malu disse...

Ah! Meu lindo amigo, choro de tristeza por tudo o que fizeram por MANDELA e de emoção por saber que existem almas nobres a tocar a TERRA.
Teu post me emocionou

Malu disse...

Na verdade, do teu desafio, estou curiosa para saber a cor da tua escova de dentes... lol!!!!Lol!!!!
Uma brincadeirinha para deixar o tempo mais leve.
Beijocas

Maria disse...

Foi um dia em que se fez História, e o momento da libertação é inesquecível.

Um abraço.

Carlos Albuquerque disse...

Malu
Sim, ainda vai havendo almas nobres a tocar a terra!
Beijinhos

Maria
Inesquecível o momento da libertação de Mandela, como inesquecíveis são os nossos momentos de libertação, em 1974.
Um abraço

Antonio saramago disse...

Sem dúvida alguma, de que foi um EXPOENTE MÁXIMO e muitos Politicos deveriam de aprender com ele.

Teresa disse...

Carlos
Nem de propósito, esta efeméride, agora que está nas salas de cinema esse filme excelente sobre um momento marcante da vida de Mandela e do seu povo. Ainda há pouco falávamos disto no meu blogue, não é?
Justa homenagem a um grande líder.
Bjs

Agulheta disse...

Amigo Carlos. Me curvo perante alguém de alma grande,que uniu brancos e negros,com o fim do Apartheid,era bom que muitos homems que habitam nesta terra (mundial)tivessem a coragem de seguir exemplos.
Beijinho e tudo de bom Lisa

Manuela Freitas disse...

Carlos,
Fiquei doida por saber como se faz um computador, que em caso de doença, se possa curar com um benuron!...
De Mandela, já tudo foi dito aqui, é um grande homem, sem ódios nem vinganças, impressionou-me bastante o filme Invictus. Homens assim há poucos, infelizmente.
Um abraço,
Manuela

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Olá, querido!

*O DIA DE HOJE
Ofereço aos amigos inesquecíveis

O dia de hoje é o mais importante na vida

O dia de hoje deve merecer total prioridade.

Só hoje se pode ser feliz

O amanhã sabe-se lá se chegará,

e o ontem já foi muito tarde para ter sido feliz.

A maior parte das nossas dores é fruto

dos restos do ontem

ou dos medos do suposto amanhã.

Viva o dia de hoje!

Viva feliz!*

Muito obrigada pelos carinhos, Carlos*****

Beijos da Renata, na sobrevida, +++++ bem melhor de saúde********
quase fui.

Não consigo ler, não posso comentar.

José disse...

Carlos,
Sem dúvida um homem granda de África, tavez do mundo, que através
da palavra venceu guerras e ódios.
Para mim é um dos poucos homens políticos por quem eu tenho alguma
simpatia.

um abraço,
José.

ney disse...

Depois de tantos anos de prisão, Mandela foi capaz de trazer luz para humanidade. Clint Eastwood tem sido feliz nas suas produções, trazendo para as telas essas lições de vida. Nessa sua postagem essas sementes vão germinando um pouco mais. Parabéns! Abraço/ney.

Wanderley Elian Lima disse...

Parabéns pela homenagem a este homem, símbolo da esperança humana.
Abração

Pérola disse...

Boa noite meu querido.
Passei agora por uma postagem que falava dele.
Parabéns.
Uma data inesquecível.
Um beijo grande.

Maria João disse...

Carlos

Nelson Rolihlahla Madela é um homem invulgar e de valor eterno. Alguém que me serve de referência na vida... por tudo o que disse sobre ele e que tão bem o define!

PS - A libertação é por si só inesquecível.

Um abraço

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Uma figura incontornável na História do século XX. Foi com ele que iniciei, hoje, uma nova rubrica na Regra do Jogo

Fernanda disse...

Amigo Carlos,

Bem haja por ter feito esta bela homenagem a este grande Senhor, que é indubitavelmente, um exemplo vivo para todos nós.

A sua obra será imortal bem como o seu carácter nobre.

Beijinho