sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

O meu País

Qual tábua de ponte quebrada, o meu País anda enrodilhado por ondas alterosas, que nem as dos mares que naufragaram Ulisses.

Cruzam-se ventos, soprados por consciências pesadas. Espíritos atormentados alçam bandeiras do diz-que-disse. Erguem-se barricadas. Numas e noutras contam-se espingardas, dispara-se artilharia pesada.
A classe política, sentada à boa mesa, troca mimos quase roçando o insulto. Há "bruxas" entre os dirigentes e "inqualificados". A Oposição quer governar. O Governo opõe-se! É o apocalipse, dizem uns!
Na banda a passar vai a comunicação social com "débeis mentais", denunciadores apressados, "Yes-men" acocorados, e outros que não sendo uma coisa nem outra, vão tentando que a tábua se mantenha à superfície.
A Primavera ameaça não querer nascer. O Inverno persiste em medrar.
Agarrado à rocha, continua o mexilhão.
Cresce o mar, sobe a maré. O meu País parece afogar-se.
Estamos todos a precisar de coletes salva-vidas.

21 comentários:

Cherry disse...

Estamos pois! Desde que sejam coletes salva-vidas "made in portugal". É hora de arregaçar as mangas para o trabalho (ou para nadar, na sua falta) que os de de fora querem cada vez menos connosco.

Wanderley Elian Lima disse...

Pois é Carlos, estamos todos a naufragar num mar de podridão salgado pelos nossos políticos. Amei o texto
Forte abraço

Austeriana disse...

Acabei há pouco de ver o jornal das 9, apresentado por M. Crespo. Fiquei pasmada com o que vi: uma coisa absolutamente pequenina de um jornalista ressabiado que convida comentadores para lhe darem razão, para lhe afagarem o ego.
Tinha MC noutra conta e embora continue a considerar que Sócrates devia usar e abusar de contenção verbal em lugares públicos, a atitude do jornalista descredibilaza-o. Sabe, Carlos, se calhar têm razão.
Quanto ao mar de crises em que nos vemos mergulhados, os sinais são os de que as coisas vão piorar...

Abraço.

Maria João disse...

E o mexilhão é sempre aquele que... , pois, isso mesmo! Mas que é triste é. Já nem sinto vontade de ler o jornal ou ver o notíciário, já nem me sinto motivada a analisar ou argumentar sobre esta ou aquela atitude ou despropósito. Sinceramente sinto-me cansada de ver tão pouco do que penso ser o essencial e tanto do que é degradante.
Tento agarrar-me a todos os "coletes" possíveis para assegurar que a minha esperança não se afoga. Insisto e resisto, com todas as forças que ainda vou tendo!

Um abraço

Teresa disse...

Carlos
É mesmo isso, sinto o nosso país a afogar-se. E os que deviam organizar o salvamento, estão sentados a discutir futilidades. E o nosso barco cada vez mais virado.
Bjs

Fernanda disse...

Amigo Carlos,

Hilariante se não fosse verdade.....

Beijo

Carlos Albuquerque disse...

Cherry
"made in Portugal", pois sem dúvida!

Wanderley Elian Lima
O mar está apodecrecendo, amigo.
Forte abraço

Carlos Albuquerque disse...

Austeriana
Não me surpreendeu o Jornal das 9.
No caso do Mário Crespo não me alegra ter razão no que penso e escrevi. Gostava de estar enganado.
Também me parece que as coisas vão piorar no mar pátrio.
Abraço

Teresa
Discutir futilidades, como comadres mal dispostas.
Bjs

Carlos Albuquerque disse...

Maria João
É isso, minha amiga, temos que resistir, embora os "coletes" já estejam a escassear.
Um abraço

Carlos Albuquerque disse...

Fernanda
É verdade, e dói...
Beijo

romantic disse...

votação após votação e nada muda ,porque será?
da a impressão que somos sempre culpados deste naufragio1
bom fim de semana ,marcia morais

Carlos Albuquerque disse...

romantic
Pergunta pertinente.
Quem saberá responder?
Bfs

Malu disse...

Carlos,meu grande amigo,
Estamos todos a passar por desgraças políticas,pois a classe política perdeu seu Norte do bom caráter, da ética, da moral, enfim a banalização tomou conta da administração política mundial.
Tem umpoema do Rui Barbosa, que apesar de ter sido escrito em século passado é muito atual, seu título é SINTO VERGONHA DE MIM e, nos seus últimos versos diz: [...] o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto.

Não sei aonde vamos parar...

Beijinhos,meu amigo.

Carlos Albuquerque disse...

Malu
É mesmo, minha amiga, a banalização tomou conta...
Continuam bem actuais as palavras de Rui Barbosa!
Beijinhos

Laura disse...

Ó Carlos, olha que os coletes salva-vidas, podem estar furados, aqui é assim, prejudicar o próximo o mais que se possa,sempre, ajudar? qual quê, haja mais para cada um, é terrivel esta forma de viver de estar na vida. O homem em vez de evoluír está a achincalhar-se cada vez mais...
Que triste realidade, que sofrimento para o meu POVO!...

Beijinhos, laura

Laura disse...

Menino, bigadinha pelos nomes do gindungo, e dos primos dele, conhecia ams nãos abia em que se aplicavam, só sabia que era gindungo. O meu irmão mais novo, na África do Sul, tinha um Farm todo plantado com piripiri, gindungo e nem chegava a vender às fábricas, os naturais de lá, pretos, compravam-lhe tudo... Beijinhos, laura..e tem um bom restod e sábado la na moambda na minha casa, ai quem me dera ter uma casinha assim para ter os amigos sempre por perto...laura

Rosa Carioca disse...

Cada dia que passa, ao ler os jornais, sinto uma vergonha enorme de determinados "políticos"...

Carlos Albuquerque disse...

Laura
Tens razão, o homem não está a evoluir, não!
Beijinhos

Rosa Carioca
É bem verdade!

Osvaldo disse...

Caro amigo Carlos;

Excelente e real Crónica do estado de um país à beira mar a afundar-se, ver afogar-se.

Mas pela primeira vez, sinto que desta vez, quem se safa é o... mexilhão!.

Um grande abraço.
Osvaldo

Agulheta disse...

Amigo Carlos. Cada dia vejo mais descrédito de certos políticos,que mais parecem politiqueiros,pouco sabem e pouco acertam! Neste vai e bem,o zé mexilhão sofre que nem salva vidas os safa,,nem precisamos de muito esforço basta ver as noticias,e penso que anível mundial poucos se aproveitam,para colocar na Arca de Noé! Para salvar a humanidade.
Beijinho b domingo.Lisa

Luis disse...

Amigo Carlos,
O mar está demasiado bravo e encapelado tornando difíceis as manobras para aguentar o barco à tona d'água!
Por um lado temos um PM e seu Governo sem humildade pressionando e ameaçando, por outro uma oposição fraca e dividida mas procurando afrontar e no meio disto tudo um Presidente muito cauteloso e um Alegre a espreitar. Com isto tudo não auguro nada de bom! Vamos a ver como diz o....!
Um abraço amigo.