quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Presidenciais

Numa reportagem televisiva o candidato Cavaco Silva afirmou, a propósito de ter comprado acções do BPN:

«Eu era um mísero professor. Acha que eu, como professor, e com a minha mulher, que andámos a acumular as poupanças para a velhice e para deixar aos nossos filhos, não podemos recorrer a qualquer banco quando não temos qualquer responsabilidade política?»

Não fosse poder escapar-me o significado de mísero, fui ao dicionário. Como adjectivo quer dizer: Desgraçado, miserável, pobre; avaro. Como substantivo masculino: Pessoa infeliz.
Como é que um mísero professor conseguiu poupar mais de 100 mil euros para comprar as tais acções!?

Portugal vendeu ontem títulos de dívida pública. A operação correu bem, com juros um pouco abaixo do esperado. Acendeu-se uma pequeníssima luz de esperança em dias melhores. Poucas horas depois o candidato Cavaco Silva encarregou-se de a apagar:

«Nós não podemos de facto excluir a possibilidade de ocorrer uma crise grave em Portugal, não apenas no plano económico e no plano social, mas também no plano político».
Por isso, acrescentou, é preciso ter na PR alguém com experiência para lidar com «situações complexas, muito difíceis e situações que neste momento ninguém consegue prever».
A experiência do candidato, enquanto professor, a vir ao de cima. De facto, quem é que podia prever que um mísero professor conseguiria poupar 100 mil euros para investir em acções que, ainda por cima, deram um lucro de 140%!?

8 comentários:

Fê-blue bird disse...

Meu amigo:
Colocou aqui uma excelente e oportuna pergunta:
"...quem é que podia prever que um mísero professor conseguiria poupar 100 mil euros para investir em acções que, ainda por cima, deram um lucro de 140%!?"

Se calhar a resposta está no site do mísero professor, vou lá ver ;-)


beijinhos

maria teresa disse...

Passou-se totalmente (ou sempre foi passado) "maila" sua Maria.
Não há pachorra como diria a minha bisavô...
Abracinho meu!

Malu disse...

Olá, Carlos!
Este ano ainda não, pois acabamos de sair de uma eleição para presidente que foi tumultuada e cheia de escândalos, mas daqui 4 anos começa tudo novamente.
Crises sempre haverão e os políticos só querendo permanecer em vitalícios cargos, porque pensar nos cidadãos...? Ah!!! Isso está longe de acontecer, afinal, existe crises, mas elas estão longe dos bolsos deles.
Abraços, meu amoigo!!!!

folha seca disse...

Caro Carlos
O conceito de Mísero é muito relativo. Nos significados , tambem encontrou o "avaro" digamos Avarento. Está explicado!
Abraço

TERESA SANTOS disse...

Querido Mwata,

Sabes? Acho de toda a pertinência este tipo de discurso, de afirmações, etc. É que desta forma, se qualquer dúvida subsistisse ficavamos todos esclarecidos.
A minha grande preocupação é que não sei muito bem qual será a alternativa. É que mais do mesmo, não, obrigada!
Abraço, meu Mwata.

Rogério Pereira disse...

Meu caro
Não ouviu claro
Ele não disse poupar
Disse mamar
Temos é que descobrir
qual a teta...

São disse...

Cavaco se enganou: ele não é "mísero" é "miserável"!!

UM abraço

Rosa Carioca disse...

Reafirmo: ando enjoada!