sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Presidenciais



5 comentários:

Fê-blue bird disse...

Meu amigo.
Esta é uma opinião que respeito, sim, para quê eleições?

Beijinhos

Rogério Pereira disse...

O quinto cavaleiro montado em nós, jumentos e burros. Anibal do alto do seu elefante aponta-nos designios que não são os do cavalo lusitano... e nós lá vamos ao engano

Manuela Freitas disse...

Olá Carlos,
Se X não ganhar à primeira volta, pode ser que...Y ganhe e fica tudo na mesma. Votarei num candidato que não vai ganhar, é sempre a minha sina!..
Um abraço,
Manuela

acácia rubra disse...

Camões, em Os Lusíadas, deixou-nos estas perguntas e o desabafo final. Estão actuais...

" A que novos desastres determinas
De levar estes Reinos e esta gente?
Que perigos, que mortes lhe destinas,
Debaixo dalgum nome preminente?
Que promessas de reinos e de minas
De ouro, que lhe farás tão facilmente?
Que famas lhe prometerás? Que histórias?
Que triunfos? Que palmas? que vitórias?"

" Mísera sorte! Estranha condição!"

Beijo

ematejoca disse...

Todos os portugueses estão fartos da campanha presidencial, que não teve qualquer conteúdo, só ataques constantes ao Cavaco Silva.

NUNCA! NUNCA! NUNCA! votaria no Cavaco!

Ele merece ser atacado, mas por favor, com argumentos e não com insultos, que não levam a coisa nenhuma.

Ontem, houve no Porto um comício com o Manuel Alegre. Na minha opinião, a campanha dele foi uma verdadeira bola de sabão ... mas do mal, o menos!!!

O Carlos pode não estar de acordo com o artigo, que leu do meu amigo, rapaz do Norte, mas tem de concordar, que é uma boa análise do que se estar a passar, sem deitar na brasa a sua sardinha.

Não sei a razão, porque não posso votar, pois NUNCA aceitei a nacionalidade alemã, mas como não estou dentro da categoria de "emigrante" para o consulado, não sou carne, nem peixe.

Volto já!