quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Gripe A

Comportamento cívico é das armas a usar contra esse tal vírus da Gripe A que anda por aí a azucrinar-nos. Há dias a ministra da Saúde falou de comportamentos anti-sociais entre os portugueses, revelando que há portadores do vírus ou pais de crianças infectadas que não cumprem comportamentos de controlo com o objectivo expresso de contagiar outras crianças. Percebeu-se o que ela queria dizer. Também no seio das famílias é necessário que se estabeleçam planos de contingência para combater o invasor, criar rotinas de higiene para o enfrentar ensinando-as às crianças, e não abrir-lhe as portas para que se espalhe, levando-o pela mão a passear.
Não o entendeu assim Joana Amaral Dias, a senhora do BE que apoiou Soares contra Louçã, e agora parece regressada a casa e continua a comentar na TV. Para ela a ministra foi alarmista!
Só me dá para citar o saudoso Raul Solnado:
“…rio das pessoas que querem parecer respeitáveis, das vaidades, do grotesco, da estupidez…”

2 comentários:

Antonio saramago disse...

Em Anos anteriores, quantas pessoas morreram em Portugal de gripe?
Centenas, não foi?
Alarmismo ao negócio será?

alfabeta disse...

Há sempre alguém que tem que ser do contra e normalmente são pessoas muito estúpidas, enfim...

:)