segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Dia Mundial da Criança


Art. 2º da Convenção sobre os Direitos das Crianças, aprovada pelas Nações Unidas:
“Tens todos esses direitos, seja qual for a tua raça, sexo, língua ou religião. Não importa o país onde nasceste, se tens alguma deficiência, se és rico ou pobre.”
Art. 19º:
“Ninguém deve exercer sobre ti qualquer espécie de maus-tratos. Os adultos devem proteger-te contra abusos, violência e negligência. Mesmo os teus pais não têm o direito de te maltratar.”
Art. 30º:
“Se pertenceres a uma minoria, tens o direito de viver de acordo com a tua cultura, praticar a tua religião e falar a tua própria língua.”
Art. 31º:
“Tens o direito a brincar.”

-/-
Criança Desconhecida

Criança desconhecida e suja brincando à minha porta,
Não te pergunto se me trazes um recado dos símbolos.
Acho-te graça por nunca te ter visto antes,
E naturalmente se pudesses estar limpa eras outra criança,
Nem aqui vinhas.
Brinca na poeira, brinca!
Aprecio a tua presença só com os olhos.
Vale mais a pena ver uma cousa sempre pela primeira vez que conhecê-la,
Porque conhecer é como nunca ter visto pela primeira vez,
E nunca ter visto pela primeira vez é só ter ouvido contar.

O modo como esta criança está suja é diferente do modo como as outras estão sujas.
Brinca! pegando numa pedra que te cabe na mão,
Sabes que te cabe na mão.
Qual é a filosofia que chega a uma certeza maior?
Nenhuma, e nenhuma pode vir brincar nunca à minha porta.

(Alberto Caeiro, Heterónimo de Fernando Pessoa


17 comentários:

Carla disse...

Magnífico post que nos lembra que nem todos são criança da mesma forma, infelizmente
beijos e boa semana

FOTOS-SUSY disse...

OLA CARLOS, BELISSIMA POSTAGEM...INFELIZMENTE NEM TODAS AS CRIANCAS SAO TRATADAS DA MESMA FORMA...QUE TENHAS UM OPTIMA SEMANA AMIGO!!!
BEIJOS DE CARINHO E AMIZADE,


SUSY

José disse...

Amigo Carlos,
Lindo post soubre crianças,embora se tenha escrito muito soubre as crianças continua a haver discreminação, especilmento entre as ricas e as pobres.

Já o Aleixo dizia assim.

A rica tem nome fino
a pobre tem nome grosso
a rica teve um menino
a pobre pariu um moço


grande abraço, José

Ignoto Jardim disse...

Linda escolha para o dia de hoje, e a foto é para nos fazer pensar.
desculpe, eu não domino bem essa coisa de blog, estou aprendendo. Acho que agora a imagem aparece.
Uma linda tarde para você!

Austeriana disse...

Este é um assunto muito angustiante.
Inacreditavelmente, no século XXI, ainda sentimos necessidade de invocar estes direitos, porque ainda assistimos à constante violação deles. Tudo isto soará a banalidade mas infelizmente é preciso continuar a teimar.
O post é muito oportuno como serão todos os que apelam ao discernimento humano e a acções de genuíno humanismo.
Abraço.

BlueVelvet disse...

Carlos,
com tanta confusão no meu blog, a que não estou habituada, até me esqueci que hoje é o Dia Internacional da Criança.
Venho agradecer-lhe os seus comentários e o facto de me pôr nos seus links.
Quanto aos seguidores, não sei que lhe diga. Eu experimentei com um outro blog e deu.
Talvez amanhã consiga. Às vezes são problemas do próprio blogger.
Um abraço

Laura disse...

É tudo lindo na escrita, mas, a realidade que nem sempre vemos, é diferente...a fome, os maus tratos, isso dói, enquanto os pais não o souberem ser, porque nem todos os seres vieram preparados para serem bons pais...Enfim, com a ajuda de todos, e todos a tomar conta de uns e outros, quem sabe, um dia, todas serão felizes..Beijinho da laura

Graça Pereira disse...

Todos iguais e todos diferentes...mas uns, mais que outros!
Enternecedora a tua postagem e um grito de alerta.
Um beijo e boa semana.
Graça

Rosa Carioca disse...

Toda a criança tem o direito de ser "olhada" e "ouvida". Muitos adultos proporcionam todo o suporte material mas esquecem-se de parar, "olhar" e "ouvir" a sua criança... Como isso é necessário para todas as crianças.

Agulheta disse...

Amigo Carlos.Grande homenagem as crianças com grande mérito o merecem. Este é sem dúvida uma grande mensagem,o pior é que tudo se esquece delas e rápidamente,devem parar e pensar o que estão a fazer as crianças de hoje,que vão ser os homems de amanhã.
Beijinho de amizade.
Lisa

Osvaldo disse...

Caro Carlos;

Quantos projetos, acordos, leis, e direitos e deveres, não passam de boas intensões e acabam por ficar confinados no fundo de uma gaveta?!...

Este dos Direitos da Criança é mais um deles em que a igualdade não existe. A criança só tem os seus direitos consagrados de acordo com o peso do seu nome de familia, porque para a maioria das crianças no Mundo, seus direitos não passam de blá-blá de politicos em falta de protagonismo.

Parabéns às crianças que deveriam ttr oseu dia cosagrado todos os dias e parabéns ao Carlos Albuquerque por ter "puxado" para cma da mesa tema tão imporrtante de ser debatido.

Um abraço,
Osvaldo

CARLA FABIANE... disse...

" Toda vez que olhar para uma criança eleve seu pensamento à DEUS. A criança é a esperança de Hoje, na realização do Amanhã. É a certeza de que a Terra está sempre a renovar-se recebendo cada dia novos habitantes, que vem trazer seu trabalho e sua capacidade para melhorar o mundo !!!"

FELIZ DIA DAS CRIANÇAS...

Maria João disse...

Carlos
Desde há cerca de 20 anos, tenho o privilégio de ter como dever profissional, o cuidar da criança e jovem, zelando pela prevenção, recuperação e manutenção da sua saúde, assumindo sempre e em qualquer circunstância o seu verdadeiro e superior interesse. Esta responsabilidade acrescida, que aceitei como compromisso para a vida inteira, tem-me permitido confrontar uma realidade completamente desfasada entre aquilo que são os seus direitos escritos e proclamados em campanhas e convenções, locais, regionais, nacionais e mundiais e os actos produzidos que comprovem atitudes coerentes e congruentes com as intenções.
Grandes foram já os progressos, se pensarmos no que se tem feito aqui perto do nosso pequeno mundo, mesmo junto ao nosso umbigo. Nada se fez, se formos um pouco mais longe, onde se nasce e se morre, quase sem ninguém dar por isso!
Que nunca se apague da nossa consciência que a criança é um ser com direitos. Direitos que para o serem de verdade terão de ser assumidos como deveres de todos nós.
Um abraço

Sofá Amarelo disse...

Fernando pessoa ter ter participado na feitura dos direitos das Crianças, tal a força que o seu poema tem... pena que esses 'Direitos' ainda tenham que se escrever entre aspas...

Forte abraço!!!

ematejoca disse...

"Se tens um coração de ferro, bom proveito. O meu, fizeram-no de carne, e sangra todo o dia".
Vi logo, que era um admirador do Saramago.

"Auf dem linken Auge blind" (ser cego do olho esquerdo) é uma expressão alemã, que significa simpatizar com a Esquerda política, ou melhor, não ver os erros da Esquerda - e o Saramago é da Esquerda. Claro, que esta expressão também se pode usar para quem é cego do olho direito.

A cegueira do Saramago não tem nada a ver com a qualidade da sua obra literária.

MIUÍKA disse...

Amigo,obrigada pelo texto,que é uma verdade, embora deprimente,pelas crianças que não têm as mesmas oportunidades na vida,mas que não deixam de ser crianças,pois que até há pais que se esquecem que o são.
Olhar para o lado e fingir que não se passa nada,será a solução?
Muito obrigada pelo abanão que nos dá.
Um beijinho...MIUÍKA

Profª Libna Villarinho disse...

Carlos, que belo blog! Obrigada por sua visita ao meu blog! Vim conhecer suas postagens e gostei muito. Criança realmente deve ser tratada como tal, e com respeito!