sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Para ouvir (e ver) este Sábado

(If I Were a Rich Man, do musical Fiedler on the Roof, passado ao cinema. A interpretação, brilhante, é de Topol)

8 comentários:

Maria disse...

Ando à procura deste filme há imenso tempo...
É uma maravilha. Obrigada!

Bom fim-de-semana

Elaine Barnes disse...

Meu pc não abre filmes, não tem som...rs..Porém, acredito que deve ser ótimo. Passei pra agradecer sua visita e desejar-lhe um excelente final de semana amigo. bjs

MARIINHA disse...

Olá Carlos,
Passei por aqui por duas razões. A primeira para te agradecer as palavras de apoio que deixaste lá na Mansarda e depois para te desejar que tenhas um óptimo fim de semana.Bjs

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDO CARLOS, BELÍSSIMO VIDEO... ADOREI!!
VOTOS DE UM BOM DOMINGO... CUIDADO COM AS BRUXAS... ABRAÇOS DE AMIZADE,
FERNANDINHA

José disse...

Olá amigo Carlos,
Boa escolha, à muitos anos que eu não houvia esta musica, é bom recordar velhos tempos.
Já consegui levar o selo, mas foi com muito sacrificio o pc também não está muito bom.
obrigado pelo seu comentário

tenha o resto de um bom fim de semana.
um grande abraço. josé

Laura disse...

Olá Carlos, este filme trouxe-me belissimas recordações, vi-o no Cinema Miramar, em Luanda, ao ar livre, e, com o meu pai, gostei tanto tanto que adorei o personagem, Topol e passei a chamar o meu pai de Topol nos momentos de carinho...amei a parte onde ele dança em cima das tabuas e bate com as botas com força no chão, amei, lembrei, e saio daqui, feliz. Obrigada por este cadinho, mas, vou voltar a ver o video,de novo, antes de abalar,adoro a musica...
Beijinho da laura e, obrigadinha, moço..

Laura disse...

Ehhh, deixa-me ir embora senão....torno a repetir, se me emociona, se me lembra, se me tras saudadee alegria ao memo tempo..beijinho de bom fim de semana, laura

carmen disse...

Carlos querido,
Deixou-me também sem palavras, juro que não esperava...foi bom demais, principalmente vindo de alguém que escreve e instiga tantas pessoas. Postei meu selo e vou guardá-lo no meu coração, sempre. Um dia quando aí estive deixei-me tornar um pouso lusa, com prazer.....beijo